segunda-feira, 9 de setembro de 2013

O que eu ando fazendo da vida?

Desde de que eu cheguei da viagem, só tem havido posts do mochilão, então pra eu atualizar meu blog, e meu futuro arquivo de memórias, decidi dar uma parada rapidinha no rumo de posts da viagem, e escrever sobre o cotidiano nem tão sempre chato.

Cheguei dia 15 de agosto, e já na segunda dia 19 acabava meu break do projeto, então de volta ao trabalho. Como eu acho que eu nunca falei sobre o que é meu projeto vou dar uma rápida explicação. O orientador que eu peguei me deu um tema que era "Detecção Humana usando um Sensor Termal". Até aí, okay. A surpresa veio quando eu descobri que era só isso, não tinha uma manual, não tinha um livro pra ler, era só a ideia, ele queria pronto, não importando como eu fizesse, aliás, ele disse que eu que ia ensinar ele a fazer. '-' Fora o desespero inicial, afinal eu ainda estava no meio do meu curso no Brasil e não tenho experiência com sensores nem com nada muito prático, eu acabei questionando mais o professor e sempre ficava pior.

Ele falou que não importava o jeito que eu fosse fazer, não precisava nem usar sensor termal, era só fazer. Ou seja, ficou ainda mais abrangente. Então depois de pesquisar como fazer isso, surgiu o que estou trabalhando hoje. A detecção humana serve pra monitorar um ambiente, por exemplo, uma sala. Digamos que você tá lá na sala assistindo TV e de repente sobe pro seu quarto e esquece tudo lá ligado. A proposta do projeto é que uma vez que os sensores que estão na sala 'vejam' que não tem mais ninguém lá, desliguem tudo com o propósito de economizar energia, e claro, dinheiro. Assim que você entrar no ambiente apagado, tudo seria ligado também. Foi essa sensação futurista de sensores que trabalham para um bem-estar e principalmente um foco ecológico que me ligaram a esse projeto.

Atualmente estou trabalhando com Zigbee's e Matlab pra deixar tudo certo e encaminhado. Tenho até o fim do mês pra terminar o projeto e estou torcendo pra conseguir algo bem legal, pra se der sorte, conseguir publicar um trabalho ou algo do tipo. o/ Torçam por mim.

Isso é o que venho fazendo durante a semana, em horários comerciais, mas já no tempo livre que sobra, no tédio que assola, e no frio que incomoda, o que sobra é cozinhar e comer. :3

Pra começar pelo mais raro e mais gostoso: Cuscuz! Eu encomendei cuscuz pra uns amigos que estavam vindo pro UK, e pra namoradas de amigos também, ou seja, qualquer humano da face da terra que venha pra cá, eu peço pra trazer cuscuz. Aliás, porque vocês leitores que estão vindo em setembro não trazem cuscuz pra mim? Eu acho bem justo!

Não era só cuscuz, era cuscuz com feijão, arroz e carne. Feijão de feijoada! Enfim, minha vida é mais feliz com a possibilidade de fazer cuscuz!

Melhor aquisição culinária da vida: Cuscuz!
Minha cara amiga Lenita fez pizza, assim desde a massa até a cobertura. Eu tenho uma zica com as pizzas daqui porque elas são muito estranhas, então foi bom finalmente comer pizza gostosa e caseira.

Pizza das boas!
Como tudo que eu tenho vontade de comer eu mesmo preparo, sendo fácil ou difícil, possível ou impossível,  eu quis fazer pastel e fiz! Mais uma vez em parceria com Lenita que providenciou as coxinhas, fomos felizes mais uma vez! Só faltou o brigadeiro pra virar festa de criança!

Esqueci de dizer que é pastel de DIAMANTE NEGRO?
Coxinha! 
Como bom paraibano que sou, outra coisa que eu tinha na cabeça de fazer era Tapioca! Os mercadinhos chineses daqui vendem tapioca starch, e é quase perfeito. Fiz essa aqui embaixo que não ficou bonita mas ficou gostosa, e a melhor foi a de Nutella, que não apareceu em foto porque sumiu antes do botar ser apertado!

Ta-ta-tapioca ta-ta-tapioca!
Pra nivelar o índice de gordisse, eu tô na academia. Eu nunca tenho muito resultado não, mas entrei pra engordar. Então será possível que comer de tudo + fazer academia não me engorde pelo menos uns 5 quilos. 

Aqui em Coventry esses dias teve uma feira das nações, e adivinha quem tava lá marcando presença?


É sério que colocam uma barraca do Brasil de café? Quem sente falta de café onde tem uma starbucks em cada esquina? Cadê cuscuz nessa vida, feijoada, pastel, carne de sol, queijo de coalho, queijo de manteiga? Absurdo.


Enfim, tinha um bucadinho de nacionalidade e uma singela representação de cada uma. Nem fui na barraca do Brasil de tanto desgosto, mas aposto que nem eram brasileiros que estavam tomando de conta!

Pois é, essa tem sido minha vida nas últimas semanas: estudar, comer, dormir e escrever no blog! Claro que minha cabeça está a mil pra planejar as próximas viagens! Não consigo mais ver o tempo passar, ele simplesmente corre e cada dia eu fico mais desesperado. É muito lugar pra querer conhecer em tão pouco tempo. Fiz uma daytrip pra Londres sábado passado, então vou postar em breve.

Tenho recebido bastantes perguntas no ask.fm, e algumas foram bem interessantes. Inclusive acho que vou fazer outro post informativo de tão boas que estavam algumas perguntas. Dúvidas também? Pergunta lá  http://ask.fm/expressolondres. Abraço.

4 comentários:

  1. resposta para o título do post: basicamente comendo. Hahaha

    ResponderExcluir
  2. pode levar cuscuz na bagagem para Londres?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vilma, até onde eu sei, se for industrializado, dentro do pacote e tal, lacrado, não tem problema. Abraço.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...