domingo, 23 de março de 2014

Stockholm - Minha segunda cidade predileta

Os detalhes da viagem que vem a seguir, foram fisgados com muita paciência.

Minha memória não confiável me diz que pegamos um trem um pouco antes do almoço da última parada que foi Oslo para Stockholm. Chegamos lá acredito que por volta de umas duas horas, e o que nos restava de horas de sol era muito pouco. A decisão nesse dia foi escolher a ilha mais próxima para explorar descompromissadamente, mesmo sabendo que só teríamos aquela tarde e o dia seguinte para conhecer a cidade. A primeira escolha foi almoçar. Fome sempre vem antes de qualquer coisa.


Tinha esse restaurante que já foi indicado por minha amiga e não era caro, mas era gostoso, assim, se você soubesse escolher as coisas. Esse molho ali por exemplo era terrível. Muito ruim. E esse refrigerante neném era absurdo de tão grande. Certo, hora de caminhar. 





Até aqui eu estava rodeando a ilha, que não era muito grande, mas que cada lado dava uma visão diferente da cidade, ou das outras ilhas. Eu não sabia antes de viajar pra lá, mas a cidade de Stockholm é uma junção de 14 ilhas. Ilhas próximas, mas mesmo assim, ilhas. Agora passou pelo minha cabeça que talvez essa tenha sido a primeira ilha que eu visitei.                                                                          



Encontrei essa cópia de guardas do Buckingham Palace. Mesmo quando eu ia passando por perto começou essa cerimônia que acho que deve ser da troca de guarda. Eu achei que tinha gravado um vídeo mas nem gravei. Então, apesar das fotos estarem claras, começou a escurecer bem rápido e esfriar mais rápido ainda. É um frio absurdo. Só deu tempo de entrar numa lojinha e apreciar a paisagem a noite, claro.




Antes de voltar pro Hostel acabamos topando com uma "competição" nas ruas de Stockholm. Basicamente a galera fazia umas manobras, e se o público e o locutor "gritassem" como um sinal de que gostaram, um cara que estava com um bolo de dinheiro, dava dinheiro pra quem fez a manobra, e com isso, não sei quanto tempo eles passaram lá. Lembro que tinha só uma mulher, torci pra ela, mas ela não ganhou dinheiro nem uma vez.



Depois te tanto tempo, afinal essa viagem foi feita em Outubro de 2013, eu já não lembrava o que eu tinha feito na manhã do outro dia, afinal não tinha nada na minha Nikon. Até que eu fui ver as fotos do meu celular e lembrei. Eu passei a manhã andando de metrô. Porque? Bem...




As estações de metrô geralmente não tiveram acabamento, e a rocha crua foi deixada como decoração. Muito mais agradável, não? E ainda por cima, as estações são meio que temáticas. Não creio que foi tempo perdido andar de metrô pela manhã.

Uma tarde era tudo que ainda tínhamos pra ver o máximo que desse de Stockholm e ir embora, então uma opção foi um passeio de barcos pelas águas do mar e dos lagos, surpreendentemente "nadáveis", que preenchiam o espaço entre as ilhas.







Eu sei que não vou conseguir passar o quanto eu gostei de Stockholm, mas acredito que foi basicamente pela explicação que o guia do barco deu. Ele falou que no verão as pessoas nadavam nas águas do lado, e no inverno, skiavam nelas. Falou e mostrou a arquitetura contemporânea preocupada com o meio ambiente e das milhares de maravilhas em questão de qualidade de vida daquele país. Claro que eu não trocaria Londres por nada, mas Stockholm está ali na minha segunda opção. Queria ter dado um relato mais preciso, mas foi uma das viagens mais rápidas e das que eu mal pude anotar alguma coisa pra escrever depois.

Uma série de coisas ainda aconteceram no fim desse 2013 que não foi relatado aqui, e eu espero aos poucos poder acabar de compartilhar com vocês, que viajaram e de alguma forma viveram comigo até a conclusão dessa incrível jornada. Obrigado pelas mensagens de carinho no Ask.fm, alguém inclusive me pediu pra dar um oi aqui no blog, logo "Oi", e enfim. Até a próxima. 

Quer ver mais postagens específicas pro Ciências sem Fronteiras? Clique aqui.

Confira outros destinos na seção Já fui.

Gostou da postagem? Curta o ExpressoLondres no facebook aqui.

2 comentários:

  1. Olá Reiron,

    Parabéns pelo blog! Tenho uma sugestão de tópico para um post. Como posso entrar em contato?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Laís. Obrigado. Pode conversar comigo pela página do facebook, ou pelo ask.fm do blog. Abraço.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...