sábado, 23 de março de 2013

Tarde Nordestina no UK. Oxente Mainha!

Antes de tudo, passei dias sem postar nada porque estava fazendo o trabalho mais chato da minha vida. Felizmente era o 'último' antes do break, que começou hoje o/ Eu finalmente posso dizer que:


Obs.: Eu já devia ter dado crédito a muito tempo, mas a maioria dos gifs eu tiro daqui ô e recomendo muito:

As expectativas pro break são as melhores e eu não consigo parar de pesquisar sobre Zadar na Croácia. agora realmente partindo pro assunto do post.

Tudo aqui em Coventry começa em bicicleta. Nos encontramos com nossa mais nova amiga brasileira num domingo, dia que geralmente não oferta os melhores dos programas, mas claro que esse foi diferente. Ela nos levou até sua casa, passou por uma ladeirinha chata, mas depois de escalar Coventry- foi essa a sensação que deu - chegamos. Uma casa bem aconchegante, povoada não só pela única brasileiras, mas por poloneses, gregos e ingleses. A promessa era uma tentativa de pão de queijo, mas logo descobri que ela tinha 'importado' de um supermercado londrino, cuscuz.

Cuscuz é vida. Sempre que eu ia nos finais de semana pra casa dos meus pais, era uma comida indispensável que eu comia todo dia mas não tinha ideia de quanto eu gostava e de quanto eu iria sentir falta por aí. Botei na minha cabeça que queria cuscuz mas infelizmente não achei por aqui, nem no <orrisons nem no Tesco que é maior, só tinha o maldito couscous que é a versão mediterrânea e dita 'original'. Pra mim, o original é o nosso, por favor.

Olha o prestígio da caneca. Não é todo mundo que usa não, rapaz.
Enfim, acho que de tanto falar isso, eu despertei da vontade da nossa anfitriã, que acabou fazendo um compra no supermercado, como eu disse, e foi a primeira coisa que a gente foi fazer. A dificuldade era, aqui não tem cuscuzeira, óbvio, não comem cuscuz aqui como nós comemos, o mediterrâneo é feito em panela normal, então o jeito foi improvisar. O cuscuz cozinha com o vapor da água, então uma forma furada com furos não tão grandes encaixada numa panela justa exalando vapor, foi a maneira que encontramos de fazer a delícia do nordeste. 

Enquanto esse aí não ficava pronto, ela preparou um café e um leite, fazia muito tempo que não tomava um desses e nem venha me dizer que o da starbucks é melhor. Enquanto as outras coisas eram preparadas  na minha canequinha eu tomava um 'pingado', é assim que chama no sertão da paraíba. Eu descobri que ela também tinha arranjado goma pra tapioca, aqui chamada de tapioca starch e encontrada num mercadinho chinês. Quem diria que pra catar as comidas brasileiras a gente ia ter que apelar pras comidas de outros lugares, mas tudo bem.
Eu, a cara da felicidade, com a tapioca starch.
Hmmmm
O negócio era preparar a tapioca, minha mãe por exemplo deixa a goma descansar com bastante água na geladeira até quando ela vai usar e realmente secar, mas a madrinha da brasileira lá vai misturando água com a goma aos poucos até chegar na textura esperada, e assim o fizemos. Eu fiquei encarregado de preparar a primeira tapioca e ser o provador oficial, fui fazendo lá mas a massa um pouco seca, então a primeira não saiu direito. Mais água foi posta na massa e aí sim ficou no ponto. Até virar a tapioca jogando pra cima eu virei, mestre-cuca incorporado. Tapioca na manteiga, cuscuz e café com leite. Quando que eu ia esperar fazer isso por aqui? Detalhe que fui mimado, e compraram nutella pra eu comer. Prazer, sou viciado em nutella.
 Holy shit. I mean it. Nem assim dá menos vontade comer. 
Cuscuz vem do latim e significa 'aquele que tem forma de bolo'. E de fato, o cuscuz depois de preparado, você tirar uma fatia, e eu achava que todo mundo comia do mesmo jeito que eu, esfarelando ele todo junto com manteiga, ou misturando com leite e comendo com carne. Eu acabei descobrindo que só eu fazia isso e que eu estava destruindo o significado do nome da comida. Vixe, mas nem por isso vou mudar minha forma de comer não. USHAUHS

Pra fechar a tarde que foi virando cada vez noite, afinal de contas, o tempo passou muito rápido, ela nos apresentou um programa de televisão que melhora as pessoas no sentido visual, tipo, tem pessoas aqui que exageram 'um pouquinho' a mais na forma como se vestem, no cimento que põe na cara e na tinta que passam no corpo. À propósito, chama-se Snog Marry Avoid. Assistam e tirem suas prórprias conclusões.


Gostou da postagem? Compartilhe através das redes sociais disponíveis nos botões logo abaixo. Curta também a nossa fanpage no facebook aqui.

2 comentários:

  1. Reiron, teu blog tá ótimo! Vou te dizer que de todos os blogs da galera do CsF UK o teu é o melhor disparado! Eu entro direto pra ver teus posts. Continua assim ;)
    E nao vejo a hora do break da pascoa chegar pra ver postagens da tua viagem!

    ResponderExcluir
  2. Caramba, muito obrigado Júlia. Bom saber que tem gente do outro lado lendo e gostando. Abraço.

    ResponderExcluir